10 set, 2017
por Daniel Geraldes
16
287

Cães precisam de menos alimentos em lugares mais quentes?

 

Uma investigação sobre alimentos para cães de estimação em Bengaluru, na Índia, sugere que a necessidade de energia canina em países subtropicais pode ser inferior aos estudos anteriores

O número de proprietários de cães na Índia vem subindo rapidamente, entretanto, números confiáveis são difíceis de encontrar, mas estima-se que existam mais de 10 milhões de cães de raça no subcontinente. O site de pesquisa de mercado Euromonitor International previu que a Índia em breve será o mercado global de animais de maior crescimento, com taxas crescentes que impulsionam a demanda de alimentos, produtos de saúde e outros acessórios. A indústria local já vale mais de US$ 800 milhões por ano, e espera registrar um forte crescimento de valor de varejo nos próximos anos.

No entanto, o crescimento rápido apresenta novos desafios. Na Europa e América do Norte, os fabricantes de Pet Food investem fortemente em pesquisas sobre nutrição. Isso criou um enorme repositório de conhecimento sobre necessidades alimentares de animais de estimação para uma vida saudável. Mas quase não há pesquisas sobre o que constitui uma dieta ideal para animais de estimação nos mercados emergentes – nem mesmo a quantidade e o tipo de alimento. Em muitas circunstâncias, isso pode não importar; os resultados obtidos em climas mais temperados podem ser universalmente aplicáveis. No entanto, há poucas evidências de que este seja necessariamente o caso. Os efeitos do calor sub-tropical e da umidade sobre as necessidades de energia do animal de estimação são simplesmente desconhecidos.

Sendo assim, uma equipe do Veterinary College, Hassan e Veterinary College, Bangalore, na Índia, apoiado pela WALTHAM, decidiu descobrir mais. Os resultados acabam de ser publicados no Journal of Animal Physiology and Animal Nutrition.

Os pesquisadores selecionaram 37 cães domésticos adultos através de uma clínica veterinária local em Bengaluru (Bangalore): 17 pastores alemães e 20 labradores. Os cães foram todos alimentados com o mesmo alimento seco durante 10 semanas e o peso corporal, a ingestão de alimentos, o score da condição corporal e atividade física foram monitorados. Então, para cada raça, os requisitos mínimos de energia (MER) foram calculados usando fórmulas básicas desenvolvidas em climas mais quentes.

Os pesos corporais (BW) permaneceram estáveis durante o período de estudo, com um ganho diário médio de pouco mais de 9g. O MER médio (SD) foi de 103,4 (16,3) kcal/kg BW 0.75, que foi cerca de 20% menor que o sugerido atualmente para cães jovens adultos moderadamente ativos. Não houve diferença significativa no MER entre as duas raças, ou entre machos/fêmeas e entre as duas raças, embora houvessem algumas diferenças marcantes entre o MER individual.

“Este é, ao nosso melhor conhecimento, o primeiro relatório de MER em cães domésticos de vida livre no subcontinente indiano”, disse H. S. Madhusudhan, que liderou a pesquisa. “Destaca variações importantes no MER entre cães jovens adultos moderadamente ativos. No entanto, neste momento, não sabemos o que causa a disparidade. O menor MER de cães neste estudo, em relação a observações anteriores, pode refletir as diferenças climáticas e ambientais em algum grau, mas outros fatores também podem estar presentes “.

É importante ressaltar que as necessidades de energia dos cães neste estudo são apenas um pouco superior do que os dados obtidos nos EUA e Europa. O MER de animais de estimação típicos inativos em estudos americanos e europeus, conforme definido pelo Conselho Nacional de Pesquisa dos EUA, é de 95 kcal BW 0.75 – um índice que muitos fabricantes de Pet Food usam como base para suas diretrizes de alimentação. Devido os extremos de temperatura e, muitas vezes, estilos de vida de animais de estimação frequentemente diferentes, pode-se esperar que as diferenças com os cães indianos sejam mais extremas. Nos labradores, por exemplo, o valor observado de 105,9 kcal/kg BW 0.75 é de fato comparável com os valores médios anteriormente relatados para cães mais velhos de 7 anos de idade para cima.

Isso sugere múltiplos fatores. O menor MER calculado no presente estudo não é facilmente explicado pela disparidade na raça ou idade dos cães. Diferenças na metodologia, gênero, massa corporal magra ou atividade dos cães, ou temperatura ambiental podem ser responsáveis.

No entanto, a influência do estilo de vida não é clara neste caso. Os cães estavam todos razoavelmente ativos, com atividade física diária média totalizando entre 45 minutos e mais de 6 horas, de modo que o MER relativamente baixo não pode ser simplesmente explicado pela falta de exercício. Os dois grupos de cães também foram bem equilibrados em relação a machos e fêmeas, tornando improvável que uma predominância de um ou outro gênero possa ter influenciado indevidamente os cálculos do MER.

Isso sugere fortemente que são os fatores ambientais e climáticos que estão influenciando os MERs até certo ponto. As temperaturas máximas e mínimas médias anuais em Bangalore são 39°C e 8°C, respectivamente, com umidade variando entre 57% e 91%. Essas condições são um forte contraste com as do norte da Europa e dos Estados Unidos, onde grande parte do trabalho anterior sobre o MER canino foi realizado.

“Superações ou subestimações substanciais das necessidades de energia podem resultar em excesso ou overfeeding com consequente perda de peso corporal ou risco de obesidade”, disse Madhusudhan. “Este estudo destaca o fato de que pode haver variação substancial entre indivíduos, bem como entre regiões geográficas. Esses fatores devem definitivamente ser considerados na formulação de alimentos para animais de estimação e guias de alimentação”.

Fonte: Waltham.com

Wrigglesworth D. Estimation of maintenance energy requirements in German shepherd and Labrador retriever dogs in Bangalore, India. J Anim Physiol Anim Nutr. 2017;00:1–5.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...