13 jun, 2017
por Daniel Geraldes
5
159

Cessão de áreas permitirá produção de 112 mil toneladas de tilápias por ano

Iniciativa assinada por Blairo Maggi vai gerar 3.400 empregos De acordo com dados da Secretaria de Aquicultura e Pesca, ainda enquanto arte integrante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF), nos últimos anos, mais de 3.700 áreas foram cedidas e estão aptas a produzirem cerca de 480 mil toneladas de pescados por ano. …

Iniciativa assinada por Blairo Maggi vai gerar 3.400 empregos

De acordo com dados da Secretaria de Aquicultura e Pesca, ainda enquanto arte integrante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF), nos últimos anos, mais de 3.700 áreas foram cedidas e estão aptas a produzirem cerca de 480 mil toneladas de pescados por ano. Há mais 2.400 áreas que já foram solicitadas para uso da piscicultura com capacidade para produzir mais 6 milhões de toneladas ano de pescados, com potencial para gerar mais de 200 mil empregos diretos e R$ 30 bilhões de faturamento.

O ministro Blairo Maggi assinou na última quinta-feira (08) um termo de cessão por 20 anos de cinco áreas aquíferas, localizadas em dois municípios do Mato Grosso do Sul, Selviria e Aparecida do Taboado, para que empresas desenvolvam a produção de tilápia.

O termo de cessão foi um dos últimos atos assinados pela Secretaria de Aquicultura e Pesca como integrante do MAPA. Nos próximos dias a Secretaria fará parte do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC, Brasília/DF).

A estimativa é de que as cinco novas unidades de piscicultura produzirão 112 mil toneladas de tilápia por ano, o que corresponde a cerca de 20% do total da produção da aquicultura brasileira (incluindo peixes, crustáceos e mariscos), que é de 574 mil toneladas ano, segundo dados do IBGE.

Além do aumento da produção de peixes, que vai contribuir para ampliar os números da exportação brasileira, a cessão das cinco áreas deve gerar 3.400 empregos diretos na região e faturamento anual de R$ 425 milhões.

De acordo com Blairo Maggi, “esse não é um projeto apenas para o Estado do Mato Grosso do Sul, mas um projeto para o Brasil”. Ele acredita que o País tem um potencial muito grande para explorar em relação à piscicultura e que a cessão de áreas representa apenas um passo do que tem que ser feito para que o Brasil aumente a participação junto ao mercado mundial de pescados.

Fonte: MAPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...