27 jul, 2020
por Daniel Geraldes
120
670

Exportações do agro brasileiro cresceram 16,5%

Aumento deve resultar em um faturamento total de US$ 52 bilhões.

Ao manter o volume de exportações elevado, o agronegócio brasileiro obteve alta de 16,5% no primeiro semestre do ano, quando comparado ao mesmo período de 2019. Tal aumento, somado ao câmbio desvalorizado, deve resultar em um faturamento total de US$ 52 bilhões, marcando um novo recorde para o período (11% a mais que o ano anterior)

De acordo com o mais recente levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, neste cenário também foi constatado um crescimento do faturamento em 32% na mesma comparação. Para os pesquisadores do Centro, o bom desempenho do setor no semestre esteve atrelado aos aumentos nas vendas externas de carnes (suína, bovina e de aves), dos produtos do complexo da soja (grão, óleo e farelo) e outros.

Destino
E como já era esperado, pela forte participação do país asiático no que tange as exportações brasileiras, a China “continua ampliando sua importância como principal parceira comercial”, afirma o Cepea. Segundo a instituição, no primeiro semestre a participação chinesa foi de quase 40% do faturamento total recebido pelo Brasil em dólares, seguida pelo grupo de países da Zona do Euro (14,5%) e dos Estados Unidos (5,9%).

Expectativas para o resto do ano
Para o segundo semestre do ano, o Cepea estima que as vendas brasileiras continuarão favorecidas pela forte demanda chinesa, também “por problemas sanitários em alguns países produtores, pela necessidade de garantia de segurança alimentar e pela desvalorização do Real frente ao dólar, que elevou a competitividade de produtos brasileiro”.

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...
Translate »