19 out, 2017
por Daniel Geraldes
43
1267

Gigantes do agronegócio preparam substitutos de óleo de peixe para aquicultura

Gigantes do agronegócio preparam substitutos de óleo de peixe para aquicultura

As maiores empresas agrícolas do mundo e empresas de biotecnologia buscam por novas formas para substituir o óleo de peixe a partir de grãos e algas, pois procuram lucrar com modismos de saúde do consumidor que levaram a uma escassez de ácidos graxos comumente encontrados em peixes.

Os peixes são a fonte de proteína de mais rápido crescimento em uma cadeia global de fornecimento de alimentos que se esforça para alimentar uma população de quase 7,5 bilhões de pessoas.

Para manter saudáveis os peixes criados em cativeiro, são alimentados com ácidos graxos ômega 3 encontrados em óleos de outros peixes. Os mesmos ácidos são cada vez mais populares em suplementos dietéticos de óleo de peixe para humanos.

A crescente demanda levou os preços do óleo de peixe a um patamar recorde e apresentou um problema à indústria da aquicultura: como obter mais óleo de peixe sem pressionar ainda mais os estoques globais de peixes. Cerca de 90 por cento das unidades populacionais de peixes marinhos em todo o mundo já estão totalmente ou parcialmente sobrepesca, de acordo com as Nações Unidas.

“Temos óleo de peixe finito, crescimento da aquicultura e um mundo que precisa de mais Omega-3”, disse Mark Griffin, presidente de nutrição animal da Omega Protein Corp, o maior produtor de óleo de peixe dos Estados Unidos. “Isso terá que vir de algum outro lugar.”

A oferta reduzida atraiu os maiores traders de grãos do mundo, como Cargill, Bunge e Archer Daniels Midland. Essas gigantes agrícolas estão no meio de transformarem-se em processadoras de alimentos e fornecedoras de ingredientes na busca por diversificar o comércio de grãos e matérias-primas.

O setor de óleo de peixe de US$ 2,4 bilhões é um nicho para grandes comerciantes de grãos e representa uma fração do rendimento. Porém o óleo de peixe é o tipo de produto com alto retorno, desejado por empresas que enfrentam margens reduzidas em seus negócios tradicionais

Como a demanda superou a oferta, os preços no atacado do principal produtor de óleo de peixe (Peru) subiram para uma média de US$ 2.986 por tonelada métrica em 2016, o maior já registrado.

A produção anual global de óleo de peixe tem sido limitada, durante anos, a cerca de 1 milhão de toneladas, disse Einar Wathne, presidente do negócio de áqua nutrição da Cargill, em entrevista na Noruega. “Poderá ser um sério problema para o crescimento na aquicultura se não pudermos encontrar outras fontes para estes valiosos ácidos graxos ômega-3”, disse Wathne.

CAMPOS AMARELOS EM MONTANA

O plano da Cargill de produzir mais óleo de peixe poderá em breve mudar a cor de até meio milhão de hectares da planície de Montana, disseram executivos da empresa à Reuters. A empresa planeja pagar aos agricultores da região para cultivar uma nova variedade de canola, distinta por suas flores amarelas brilhantes. Meio milhão de hectares seria oito vezes mais terra cultivada do que atualmente é plantada com canola no estado.

O óleo vegetal feito de canola é rico em Omega-3 e a Cargill se uniu com a empresa química BASF SE para desenvolver até 2020 um tipo de canola, que será usado para produzir óleos para a alimentação de peixes. A nova canola é geneticamente modificada para produzir ácidos graxos ômega-3 de cadeia longa, introduzindo genes de algas no oceano, outra fonte de gorduras.

Um milhão e meio de hectares de canola poderiam produzir cerca de 159 mil toneladas de óleo – o equivalente a um quinto do fornecimento mundial de óleo de peixe.

“Pode ser atraente, uma oportunidade de experimentar novas culturas”, disse Tom Clark, um dos poucos produtores de canola de Montana. Mas acrescenta que conseguir mudar os hábitos dos agricultores em tão grande escala seria um desafio.

Além da Cargill, a Dow Química está desenvolvendo sua própria variedade de canola para fazer óleo com ácidos Omega-3 semelhantes ao óleo de peixe, e conta com os agricultores das Pradarias Canadenses para cultivá-la.

A gigante americana de sementes Monsanto está desenvolvendo soja que pode ser transformada em óleo de soja com ácidos graxos ômega-3, para produtos alimentícios, como assados e sopas.

A ADM lançou um produto base algas DHA Natur para dietas de peixes no ano passado e tem “planos robustos em 2017” para o produto, disse a porta-voz Jackie Anderson, que se recusou a dar mais detalhes.

Bunge, trabalhando com TerraVia Holdings Ltd, no ano passado, começou a usar algas para converter açúcar em um ingrediente Omega-3 para dietas de peixes. A empresa tem capacidade no Brasil para produzir anualmente dezenas de milhares de toneladas de seu produto, a AlgaPrime, disse Walt Rakitsky, vice-presidente sênior de negócios emergentes da TerraVia. Bunge e TerraVia fornecem o produto para BioMar Group, o terceiro maior fornecedor de alimentos para peixes.

As alternativas de óleo de peixe vêm com seus próprios desafios. O óleo de algas é caro de produzir, e as variedades de canola e soja usadas para produzir óleos ricos em Omega-3 são geneticamente modificadas. Isso pode ser uma questão delicada, por exemplo, na Noruega, que é o maior produtor de salmão do mundo e tem restrições rigorosas sobre alimentos geneticamente modificados.

NADANDO EM RENDIMENTOS

A indústria de aquicultura de US$ 166 bilhões representa a metade do peixe do mundo, e as vendas deverão crescer até 5% ao ano nos próximos três anos, de acordo com o analista do Rabobank, Gorjan Nikolik.

Com altos preços e preocupações sobre a sustentação da pesca, as fazendas piscícolas têm reduzido há anos o uso de óleo e farelo rico em proteínas nas dietas, com risco de produção de peixes menos saudáveis, disse Tom Frese, presidente da consultoria AquaSol.

É por isso que o desenvolvimento de substitutos do óleo de peixe é fundamental, disse Vidar Gundersen, diretor de sustentabilidade global da BioMar. ” O momento agora é essencial,” disse ele.

Fonte: Reuters

PUBLICAÇÃO EXCLUSIVA REVISTA AQUA FEED – ED. MAI/JUN 2017 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...
Translate »