9 abr, 2020
por Daniel Geraldes
106
18096

MAPA mantém primeira etapa da vacinação contra aftosa

Decisão, no entanto, não englobará todos os Estados.

Prevista para ocorrer no mês de maio, a primeira etapa da campanha nacional de vacinação contra a febra aftosa deve ser mantida. Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) emitiu orientações para que o procedimento seja executado com máxima segurança. Uma das mudanças previstas para esse período será a exigência da comprovação da vacina presencialmente.

O procedimento, de acordo com orientação da Divisão de Febre Aftosa (Difa), deve ser realizado, preferencialmente, por meio dos sistemas informatizados, como correio eletrônico ou outras soluções à distância. Nos casos em que isso não for possível, a comunicação presencial deve ser postergada para um prazo a ser pactuado entre todas as partes envolvidas com o Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) no Estado ou no Distrito Federal.

“As vacinações serão mantidas, uma vez que se trata de atividade essencial e que há necessidade de manutenção dos compromissos com as zonas reconhecidas como livre de febre aftosa com vacinação perante à Organização Internacional de Saúde Animal (OIE), instituição que já havia recomendado a manutenção das vacinações dos animais com interesse econômico e em saúde pública no cenário de pandemia da Covid-19”, ressalta o diretor do Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária, Geraldo Moraes.

Exceções. Ainda de acordo com o calendário de 2020, a vacinação está ocorrendo desde o mês de março em algumas regiões do País, como é o caso do Rio Grande do Sul e de algumas áreas dos Estados do Amazonas e do Pará.

Alguns Estados, em conjunto com o MAPA, realizaram ajustes para que a 1ª etapa de vacinação de 2020 contra a febre aftosa ocorra durante o mês de junho. Este é o caso dos Estados de Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Por outro lado, Goiás solicitou antecipação da vacinação em 11 dias, com provável início em 20 de abril.

Caso necessário, eventuais pedidos de ajuste da etapa de vacinação contra a febre aftosa deverão ser encaminhados à Superintendência Federal de Agricultura (SFA) nos estados, de forma conjunta pelos serviços veterinários estaduais e representações dos produtores, para avaliação e posicionamento do Ministério.

Compromisso com a saúde animal. O Ministério também pontua que tem mantido reuniões virtuais com representantes dos serviços veterinários estaduais, do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa), da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan).

Fonte: MAPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...
Translate »