14 jul, 2021
por Daniel Geraldes
140
1523

Mercado de Linhaça | Junho 2021

Mercado de Linhaça | Junho 2021

Por Maria Thereza Izaac | Especialista da Aboissa commodity Brokers

As constantes mudanças tornaram-se um desafio crescente no mercado de linhaça. A situação continua difícil, porque as ofertas permanecem curtas e, em sua maioria com previsão de embarques a partir de agosto/setembro. Por outro lado, a demanda global segue firme.

Em relação a safra 2021, até o momento, os agricultores estão quietos e cautelosos, de olho nas condições climáticas e os impactos que poderão levar a problemas de abastecimento. Os altos preços registrados na safra passada estão incentivando aos agricultores da Rússia e do Cazaquistão e também da América do Norte de expandir o cultivo linhaça, que será colhido no segundo semestre deste ano. Os produtores do Canadá já anunciaram suas intenções de aumentar as plantações para safra 2021.

A expansão da semeadura de linhaça nas principais regiões produtoras da antiga União Soviética, corre o risco de ficar aquém do potencial devido aos retornos atraentes oferecidos por outras oleaginosas. É esperado que os países que fazem parte do CIS (Inc Ucrânia) aumente ao menos 6% para um recorde de 2,48 mm hectare em 2021, podendo colaborar com uma desaceleração dos constantes aumentos de preço de dois dígitos registrados nos últimos 24 meses. Alguns especialistas esperam que a plantação global de linhaça deste ano seja de fato maior que o registrado na safra anterior. Considerando condições climáticas favoráveis, o setor estima uma produção de sementes nas repúblicas da ex-União Soviética muito próximo dos 2 milhões de toneladas.

Com as safras provavelmente excedendo os níveis de 2020 também no Canadá e nos EUA, a produção global de linhaça é projetada para um recorde histórico de 3,46 milhões de toneladas em 2021. Mesmo diante da possibilidade de uma produção maior, os principais fornecedores não acreditam numa queda de preço acentuada, até porque o mercado segue aquecido e colocando programações futuras para garantir o abastecimento.

Além disto, os problemas logísticos que ocorreram na fronteira Russian-Kazakh-Chinese nos últimos meses podem ter levado os importadores chineses a comprarem um volume de sementes maior do que o previsto anteriormente, sobretudo, do Canadá que foi registrado grandes embarques nos últimos meses para o gigante asiático. Embora a China tenha realizado grandes compras ao redor do mundo, estimam que boa parte deste volume ainda não ingressou no mercado chinês, porque estão na aduana aguardando o processo de desembaraço.

Em virtude dos constantes default gerados no início do ano (entregas não realizadas) do lado dos produtores, fez com que os principais compradores da UE aumentasse as importações de sementes do Canadá, promovendo uma considerável redução dos estoques dos produtores daquele país, chegando ao menor nível dos últimos anos. Neste momento estamos no pico da entressafra de linhaça, e o mercado aquecido. As recomendações de um dos maiores produtores de óleo de linhaça da Europa é, que as programações sejam realizadas com bastante antecedência, de preferência em Junho com embarques a partir de agosto/setembro para garantir o abastecimento do último trimestre de 2021 e o primeiro semestre de 2022.

Até a semana passada, a ideia de preço da semente da Rússia CIF Europa era de USD800/MT e para o óleo de linhaça bruto à granel Ex-tank Rotterdam era de USD1.910/MT.

Fonte: Aboissa News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...
Translate »
×

Olá, como posso te ajudar?

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp.

× Como posso te ajudar?