19 maio, 2018
por Daniel Geraldes
54
6239

Pescados de água doce entram em crescente graças ao sucesso da tilápia

Apesar de forte economicamente, setor ainda importa muito dos outros países.

Aparecendo no ranking como o quarto maior produtor de tilápias do mundo, o Brasil tem neste pescado um potencial incrementador para a cadeia. Somente em 2017, o produto teve um crescimento de 8% frente a 2016, representando 51,7% da aquicultura nacional.

Como maior Estado produtor de tilápia no País, o Paraná produziu no último ano 112 mil toneladas por ano. Atrás vem Rondônia, com 77 mil toneladas, e São Paulo com 69,5 mil toneladas, segundo os dados compilados pela Associação Brasileira de Piscicultura (Peixe BR, São Paulo/SP).

Para a região oeste do Paraná, especificamente, esta é a atividade econômica que gera maior rentabilidade, de acordo com informações do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater, Curitiba/PR).

peixe_03w

Para fomentar o debate sobre essa cadeia produtiva, a 10ª edição da Aquishow Brasil, em Santa Fé do Sul (SP), que ocorre entre 15 e 18 de maio, traz informações sobre a expansão deste mercado. “É o maior evento de aquicultura do País e vamos levar informações técnicas importantes sobre pesquisas e inovações que acabam de se tornar disponíveis para os produtores”, diz o diretor de departamento do Instituto de Pesca da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo (SAA, São Paulo/SP), Luiz Marques da Silva Ayroza, sobre os avanços destacados neste setor.

“O Brasil tem um tremendo potencial, não só para a produção de tilápias, mas também de outros peixes. Além dos redondos, como o tambaqui e o pacu, e seus híbridos, o tambacu e o patinga, vamos apresentar aspectos interessantes sobre a criação do pintado e do pirarucu”, ressalta Ayroza sobre os avanços destacados neste setor.

Um destaque do evento é a criação de panga, peixe que segundo Ayroza tem grande potencial produtivo. O diretor também pontua o número de exportações de pescados que o Brasil ainda realiza, principalmente dos Estados Unidos. “O panga está sendo comparado com o salmão do Chile e tem grande potencial para criação no Estado de São Paulo”, completa.

Fonte: Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...
Translate »