18 maio, 2020
por Daniel Geraldes
120
1138

Professor Aulus Carciofi dá detalhes sobre temas e palestras do Congresso CBNA Pet

Por motivo de força maior, já divulgado e conhecido por todos, a Diretoria do Colégio Brasileiro de Nutrição Animal (CBNA), precisou adiar a realização do XIX Congresso CBNA Pet. O evento inicialmente seria realizado no mês de maio e agora deve acontecer nos dias 21 e 22 de outubro de 2020, no Expo D. Pedro, em Campinas, SP. O encontro, no entanto, já tem o temário pronto e muito assunto para ser discutido e aproveitado, antes mesmo de sua realização.

O Professor Aulus Carciofi, da FCAV/ UNESP, é o Coordenador da Comissão Pet do CBNA, composto por 10 membros, a maioria ligada à indústria pet no Brasil e alguns professores universitários. Todas as decisões para a organização do CBNA Pet, incluindo a grade horária, os temas a serem abordados, os melhores palestrantes para falarem sobre os temas escolhidos, coffee breaks e outras, são tomadas coletivamente. Acompanhe abaixo um bate papo com Aulus, em que ele trata de detalhes sobre o XIX Congresso CBNA Pet.

A quais fatores deve-se o sucesso do Congresso CBNA Pet?

O sucesso do CBNA Pet deve-se à pluralidade de visões e experiências de todos, que se somam para alcançar uma pauta de assuntos atual, alinhada com o mercado e também com a formação continuada dos nutricionistas de cães e gatos no Brasil. Os membros provêm de diferentes segmentos da indústria e apresentam diferentes formações acadêmicas, como agrônomos, zootecnistas, médico-veterinários, biólogos, engenheiros de alimentos que atuam junto à indústria de produtos acabados (pet food), ingredientes, aditivos e mesmo máquinas e equipamentos, como extrusores e secadores. Contando com esta diversidade de aptidões e experiências tem sido possível estabelecer excelentes trocas de ideias, que resultam em programações técnicas com boa base científica e que tem colaborado com a missão do CBNA, que é divulgar a boa nutrição animal e colaborar na formação continuada de seus associados.

A programação já está pronta? 

A programação deste ano está pronta, já foi definida no ano passado. Geralmente estabelecemos com antecedência os temas. O evento se divide em quatro blocos temáticos: nutrição, processamento, segurança alimentar e mercado. Temos também uma mesa redonda, sobre um tema atual e que requer mais uma conversa do que uma exposição.

Por vezes empresas desejam participar da programação, dividindo seu know how por meio de palestrantes que pertencem ao seu quadro funcional, ou consultores ligados à universidades. A ideia e bem-vinda, mas sempre depende da aprovação do comitê, que busca tratar temas estratégicos, que não se repitam em anos próximos e sejam considerados de interesse geral. É recomendável que a empresa se programe com antecedência de 2 anos. Nosso compromisso é sempre com o temário do evento, para que seja completo, consistente, científico e não apresente característica comercial.

Pode nos destacar duas ou três palestras e seus palestrantes que são de importância para o segmento e os motivos?

Gostaria de destacar o tema “Gorduras e ácidos graxos para cães e gatos”, no bloco de nutrição. Faremos uma experiência nova na programação deste ano, que será dividir este tema em 5 palestras diferentes e complementares, uma sobre matérias primas fontes de gordura, outra quanto a sua função nutricional, outra sobre ácidos graxos como nutracêuticos, uma sobre sua inclusão nas formulações e seu efeito como palatabilizante e uma abordagem específica sobre sua adição na ração, por se tratar de ingrediente líquido que apresenta aplicação especial. Por fim, haverá uma última abordagem, sobre a epidemia de obesidade e sua relação com as formulações e a inclusão de gordura nas rações. Desta forma, associando visões especificas relativas a diferentes especialidades, pretendemos transmitir ao público uma visão abrangente que permita uma compreensão mais aprofundada, o que não seria possível em apenas uma ou duas palestras.

As palestras foram montadas atendendo as necessidades do produtor de pet food?

Pretendemos atender um público eclético que inclui consultores, técnicos do governo, estudantes de graduação e pós-graduação, professores, empresas de matérias-primas, embalagens, equipamentos e agências de mercado. Mas o maior percentual de participantes pertence aos diversos segmentos da indústria pet food, como nutricionistas, responsáveis por marketing, gerenciamento, processamento e qualidade.

Qual é o principal ponto chave e a questão principal envolvendo o setor pet?

Separamos este ano um assunto importante para a mesa redonda, que com certeza figura entre os desafios polêmicos: a responsabilidade ambiental e o uso de recursos naturais. A indústria utiliza muitos recursos, em forma de matéria-primas, energia, material de embalagens e água. Isso tudo gera também resíduos, como as embalagens de ração. O público consumidor, constituído por proprietários de cães e gatos tem pressionado a indústria, frente à atual vivência de elevado grau de humanização dos cães e gatos. Fórmulas com ingredientes consumidos pelo ser humano (tubérculos, frutas, vegetais, grão de bico, aveia, formulações grain free e carne fresca) elevam o impacto ambiental do setor pet food, que por vezes passa a competir com a nutrição humana por matérias-primas com considerações em sustentabilidade e ética. São assuntos polêmicos, que requerem uma boa conversa.

Qual é a importância e o tamanho do setor de pet food no Brasil? Qual é a posição do Brasil a nível mundial na produção de pet food? 

O faturamento do setor é bastante elevado. No Brasil temos mais lares com cães e gatos do que com crianças. São mais de 60 milhões de cães e gatos. O setor supera os 20 bilhões de reais em faturamento anual, com produtos alimentares correspondendo a pelo menos 65% deste montante. Para atender todo este universo consumidor, o Brasil ocupa hoje o segundo lugar no mundo em volume de alimento produzido, e provavelmente o terceiro ou quarto lugar do mundo em faturamento. É bastante coisa, temos muitos animais nos lares brasileiros, alegrando e fazendo parte de nossas famílias.

Conheça a íntegra da programação em: www.cbnapet.com.br.

XIX Congresso CBNA Pet
21 e 22 de outubro de 2020
Local: Expo D. Pedro, Campinas, SP

Atendimento
CBNA/Salette: 19-99356-1468 (cbna@lexxa.com.br)
CBNA/Rita: 19 – 99733-3118 (cbna@cbna.com.br)

www.cbna.com.br
Assessoria de imprensa
Erica Barros

Uma resposta para “Professor Aulus Carciofi dá detalhes sobre temas e palestras do Congresso CBNA Pet”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...
Translate »