3 maio, 2018
por Daniel Geraldes
47
5952

Relatório apresenta resultados positivos de testes com B10

O Ministério de Minas e Energia (MME) concluiu o relatório dos testes para validação da utilização de misturas com Biodiesel B10 em motores e veículos. O percentual foi adotado em março de 2018, quando o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) decidiu antecipar em um ano a composição de 10% de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final (B10). Os estudos avaliam a eficiência e o impacto nos motores do aumento na concentração de biodiesel para 10%.

Segundo o relatório, “Os testes realizados com diferentes amostras de B10 (…) tiveram seus resultados aprovados na aplicação com os diferentes sistemas, motores, equipamentos e veículos. Não houve qualquer problema reportado pelas empresas durante seus ensaios dentro da planilha de testes previamente aprovada”.

“Portanto, o uso da mistura de 10% de biodiesel no diesel (mistura B10) foi amplamente testado e aprovado, nos termos descritos neste trabalho”, conclui o documento.

Para a União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), o resultado já era esperado, uma vez que o B10 é adotado em outros países pelas mesmas empresas que atuam no Brasil. “Esse é o mesmo comportamento que esperamos para os testes com B15 e B20. Já temos legislação, e temos estudos que mostram esses usos em outros países, o que demonstra que estamos prontos para o B11 em 2019”, afirma Donizete Tokarski, diretor superintendente da Ubrabio.

Acesse aqui o relatório completo
Fonte: UBRABIO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...
Translate »