29 set, 2017
por Daniel Geraldes
14
237

RenovaBio está previsto para ser lançado nos próximos 20 dias, anuncia Coelho Filho

O setor sucroenergético vai continuar com a liderança e vanguarda na questão dos bicombustíveis, destacou o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, durante o Fórum Nordeste 2017 – Desafios e Oportunidades nos Setores de Biocombustíveis e Energia Limpa. O evento, realizado nesta segunda-feira (25/09) em Recife, reuniu grandes especialistas para discutir a nova política de biocombustíveis; o papel dos biocombustíveis na eletrificação; a implementação do Acordo de Paris; e o planejamento energético nacional.

O ministro falou sobre a consolidação do programa RenovaBio, previsto para ser lançado nos próximos vinte dias. “O RenovaBio foi elaborado para dar previsibilidade e segurança pelo menos para os próximos dez anos. Já estamos na fase final e acredito que em breve vamos celebrar essa conquista” disse.

A iniciativa, lançada em dezembro de 2016, visa expandir a produção de biocombustíveis no Brasil, baseando-se na previsibilidade, na sustentabilidade ambiental, econômico e social, e compatível com o crescimento do mercado. Para isso, o Brasil propõe aumentar a participação de bioenergia brasileira para 50 bilhões de litros e diminuir as emissões totais de CO2 dos combustíveis consumidos no pais, conforme firmado na COP 21.

Ao falar sobre a importância das fontes renováveis, o ministro lembrou que o Brasil detém 83% de renováveis na matriz energética, índice maior que o dobro da média mundial, e que a retomada dos leilões de energia vai garantir o reconhecimento das fontes limpas na matriz.

Sobre o processo de desestatização da Eletrobras, Fernando Coelho falou que a modelagem pode ser anunciada até o final de outubro, e que até lá, ainda há uma ampla discussão para esclarecer alguns pontos.

“Eu entendo que um tema dessa magnitude gera muitas dúvidas, mas eu tenho firmeza que essa decisão vai garantir à Eletrobras um futuro sustentável para poder voltar a crescer, a investir, e casado com isso um forte plano de revitalização do rio São Francisco”.

Ao final do evento, o ministro Fernando Coelho, foi condecorado com Premio Fórum Nordeste 2017, que elege o melhor representante. O reconhecimento é entregue para lideranças que contribuem em favor dos setores de biocombustíveis, etanol e energias limpas.

Além do ministro Fernando Coelho Filho, a mesa de abertura do evento contou com o Presidente do Grupo EQM, Eduardo de Queiroz Monteiro, o Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, o Ministro das Cidades, Bruno Araújo, o Ministro da Educação, Mendonça Filho, o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o Governador de Alagoas, Renan Filho e o Prefeito do Recife, Geraldo Júlio.

Fonte: MME

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...