12 nov, 2020
por Daniel Geraldes
122
2458

Safra 2020/21 deve registrar novo recorde

Expectativa é que montante produzido na temporada seja 4,6% superior ao saldo anterior.

O 2º Levantamento da safra de grãos 2020/21, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), aponta uma nova alta para a temporada, superando o registro do biênio anterior. De acordo com a companhia montante deve chegar a 268,9 milhões de toneladas de grãos, um crescimento de 4,6%.

O balanço apresentado estima a recuperação da produtividade das culturas da soja e do milho na primeira safra. Ambas prejudicadas pela estiagem em 2019, sobretudo no Rio Grande do Sul. Apesar do atraso das chuvas neste ano, os produtores aceleraram o ritmo e, até a última sexta-feira, o plantio alcançava 55% da área estimada, contra 56% no mesmo período da safra passada.

Além disso, o aumento de área plantada deve contribuir, ainda mais, para essa elevação produtiva. Este ano, a previsão é de que sejam cultivados 67,1 milhões de hectares, 1,8% a mais que na safra passada. Isso faz com que a área plantada também seja recorde.

Status da soja e do milho. A produção de soja deve alcançar 135 milhões de toneladas, confirmando o País como seu maior produtor mundial. A área de cultivo está estimada em 38,2 milhões de hectares. A safra total de milho também deverá ser a maior da história, com produção estimada em 104,9 milhões de toneladas, colhidas em 18,4 milhões de hectares (área total).

“A agricultura brasileira está cumprindo seu papel de auxiliar na economia e garantir o abastecimento interno. Os pontos fora da curva serão corrigidos com a safra anunciada pela Conab”, destaca o diretor de Comercialização e Abastecimento do MAPA, Sílvio Farnese.

Exportação
No ano safra atual, as exportações de milho mantiveram a previsão de em 34,5 milhões de toneladas. Ainda em outubro, os embarques foram de 5,1 milhões de toneladas, redução de 14,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Para a soja, a expectativa de venda para o mercado externo está em torno de 82,7 milhões de toneladas para este ano, sendo que já foram exportados no período de janeiro a outubro 81,4 milhões de toneladas. Para o próximo ano, são esperadas cerca de 85 milhões de toneladas, o que representaria aumento de 2,78%.

Fonte: MAPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...
Translate »