12 nov, 2018
por Daniel Geraldes
141
6947

Vaccinar: Tecnologia de ponta em nutrição e saúde animal

Há mais de três décadas trabalhando para ser líder em soluções para a melhoria do desempenho animal.

Por: Lia Freire
Empresa 100% brasileira e posicionada entre as top 10 do país, há 38 anos a Vaccinar oferece ao mercado brasileiro e ao exterior, soluções de nutrição e saúde animal. São 4 unidades de produção, 11 fábricas e 5 centros de distribuição que atendem todo o Brasil e o Paraguai.

As unidades fabris utilizam tecnologia de ponta em produção e segurança alimentar e estão asseguradas pelo constante investimento em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias e processos. Centros Experimentais Próprios de Suinocultura, parcerias com grandes Universidades e convênios com entidades públicas e privadas de pesquisa asseguram a atualização dos seus produtos e programas e lançamentos de novos conceitos em saúde e nutrição animal. “Temos investido continuamente na ampliação e na qualidade produtiva das unidades fabris, buscando atender às demandas dos diversos mercados de atuação, melhorando a competitividade e aumentando a capacidade produtiva com o objetivo de acelerar a nossa taxa de crescimento e a participação de mercado”, explica Nelson Lopes, Presidente da Vaccinar.

Com sua linha de produtos e suplementos, a Vaccinar atende a todas as espécies animais, seja de companhia ou de produção, abrangendo todos os tipos de clientes: agroindústrias, produtores rurais, cooperativas, fábricas e lojas. Em entrevista à Revista Pet Food Brasil, o presidente da companhia, Nelson Lopes e o Diretor de Negócios Nutrição, Julio Pinto, falam sobre o posicionamento da empresa no mercado, investimentos e perspectivas quanto ao futuro.
 

Revista Pet Food Brasil – Há novidades no portfólio?

Nelson Lopes – A Vaccinar apresenta um portfólio completo. Devido às pesquisas constantes e ao olhar próximo das necessidades dos nossos clientes, desenvolvemos produtos que visam atender às peculiaridades dos diversos mercados de atuação. Dentre esses produtos, ressaltamos os recentes lançamentos dos Programas Nutricionais HD (Nutrição Vaccinar para alto desempenho), para as linhas de Bovinos Leite e de Aves – Postura Comercial. Os produtos que compõem esses programas têm por objetivo maximizar o desempenho dos animais buscando, de forma mais eficiente e com respeito ao meio ambiente, alcançar os melhores resultados zootécnicos e econômicos da atividade. O programa compreende três importantes aspectos da nutrição animal. São eles:

  • High Definition (Alta Definição): refere-se à Nutrição de Precisão, identificada a partir do conhecimento dos requerimentos dos animais e cada um dos ingredientes disponíveis, resultando em fórmulas ajustadas a cada matéria-prima e objetivos do negócio.
  • High Development (Alto Desempenho): obtém-se a máxima expressão do potencial genético dos animais, a partir do conhecimento dos fatores inerentes ao ambiente no qual ele está inserido.
  • High Digestibility (Alta Digestibilidade): proporciona o máximo aproveitamento dos nutrientes da dieta, promovendo a saúde intestinal e reduzindo os desperdícios e impactos ambientais.

 Revista Pet Food Brasil – Qual é a atual demanda de consumo? Ou seja, quais as tendências observadas dentro do segmento em que atuam?

Julio Pinto – A principal tendência desse mercado é a substituição dos atuais aditivos melhoradores de desempenho, por produtos mais naturais, com atenção especial ao bem-estar animal. Também não se pode esquecer da segurança alimentar para o consumidor final, especialmente quando focamos na produção de proteína animal

A Vaccinar está atenta a essas e outras tendências, atendendo-as prontamente por meio do conceito HD de nutrição, sem perder o foco na necessidade de realizar uma nutrição competitiva.
 

Revista Pet Food Brasil – O que basicamente mudou, ao longo dos anos, em relação às necessidades e exigências no mercado de nutrição animal?

Julio Pinto – A velocidade do aumento produtivo dos animais devido o melhoramento genético, a crescente demanda do consumidor final por alimentos saudáveis, o investimento em ambiência e conforto animal, a redução e, até mesmo, a proibição do uso de melhoradores de desempenho versus o aumento da demanda de proteínas animais impactam as empresas de nutrição e fazem com que elas precisem buscar alternativas para permitir que seus clientes possam atender a todas essas demandas sem perder a competividade.
 

Revista Pet Food Brasil – Poderia pontuar os diferenciais das soluções produzidas pela Vaccinar?

Julio Pinto – Possuímos uma equipe técnica extremamente qualificada que desenvolve, a partir dos nossos Centros Experimentais Próprios de Suinocultura e dos Centros de Pesquisas em parcerias com grandes Universidades do País, produtos e programas nutricionais inovadores e eficazes. Temos diversas certificações em boas práticas de fabricação, segurança alimentar, saúde e segurança no trabalho e temos a autorização para produzir utilizando medicamentos de uso veterinário, conforme IN 65/2006. Tudo isso nos permite oferecer soluções seguras e  competitivas ao mercado.
 

Revista Pet Food Brasil – Quais as dificuldades em atuar no mercado brasileiro de nutrição animal?

Nelson Lopes – Enfrentamos os mesmos desafios que a maioria das empresas enfrenta que é o chamado “custo Brasil”, com um sistema tributário muito pesado, excesso de burocracia, entre outros aspectos. Mesmo assim, como quase todo o setor do agronegócio, a Vaccinar continua acreditando no potencial do país e, principalmente, no setor de nutrição e saúde animal, investindo para nos mantermos na liderança tecnológica no setor que atuamos.
 

Revista Pet Food Brasil – Quais e de quanto foram os recentes investimentos realizados pela companhia?

Nelson Lopes – Nos últimos dois anos investimos mais de R$26 milhões de reais (de recursos próprios) na construção e ampliação de fábricas de alta tecnologia em nutrição animal. Recentemente, também ampliamos a Unidade de Produção em Martinho Campos (MG) com a instalação de uma nova unidade para a produção de grão inteiro – produto destinado ao segmento de ruminantes. Inauguramos ainda um Centro de Distribuição em Goiânia (GO) e ampliamos e modernizamos a Unidade de Produção em Nova Ponte (MG) que passará a produzir diversos tipos de gorduras para a nutrição animal.

 

Revista Pet Food Brasil – Qual é a estratégia de atuação adotada pela Vaccinar?

Nelson Lopes – Sempre atuamos de forma muito próxima do cliente, buscando estabelecer uma relação de longo prazo e assessorando-o tecnicamente em suas peculiaridades e necessidades.

 

Revista Pet Food Brasil – Quais as perspectivas de negócios para os próximos anos?

Nelson Lopes – Temos investido continuamente na ampliação e na qualidade produtiva de nossas unidades fabris, buscando atender as demandas dos diversos mercados em que atuamos, melhorando nossa competitividade e aumentando nossa capacidade produtiva com o objetivo de acelerar nossa taxa de crescimento e participação de mercado e nos tornarmos um dos líderes do setor, inclusive ampliando a nossa participação no mercado internacional
 

Revista Pet Food Brasil – Quais os próximos objetivos da companhia?

Nelson Lopes – Queremos duplicar nosso faturamento nos próximos quatro anos e, para isso, investiremos em qualidade dos processos, na ampliação das nossas unidades fabris, do corpo técnico e administrativo, fortalecendo, assim, nossas bases para um crescimento sustentável.

PUBLICAÇÃO EXCLUSIVA DA REVISTA PET FOOD – EDIÇÃO JULHO/AGOSTO DE 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graxaria
  • Óleos e Gorduras
  • Pet Food
  • Aqua Feed
  • Animal Feed
  • Espuma
Aguarde...

Cadastre-se

Aguarde...

Esqueci minha senha

Aguarde...
Translate »
×

Olá, como posso te ajudar?

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp.

× Como posso te ajudar?